Os pobres continuam pobres, mesmo depois de arranjarem emprego

Investigadores acompanham desde 2011 um grupo de pessoas em situação de pobreza, em Lisboa. “O combate à pobreza necessita forçosamente de uma mudança de paradigma”, defendem. Olegário (nome fictício) tem 30 anos. Vive numa carrinha, em Lisboa, com a mulher (…)